Utilização do Georadar no âmbito de um serviço geoambiental

No âmbito da avaliação geoambiental efetuada numa instalação propriedade da ANA Aeroportos – GOC (Grupo Operacional de Combustíveis), a ETP necessitou de efetuar um reconhecimento preliminar do subsolo. Era importante assegurar-se de que os locais destinados a efetuar sondagens eram os adequados, não existindo infraestruturas enterradas passiveis de serem danificadas ou de causar acidentes.

Assim, a ETP optou pelo uso do georadar, para atingir os objetivos definidos.  Atendendo às características da envolvente, procedeu-se ao levantamento.  Pretendeu-se despistar a existência de estruturas lineares enterradas, vulgo tubagens (redes de saneamento, telecomunicações, eletricidade, etc). Desta forma efetuou-se a seleção do melhor local de implantação de dois novos piezómetros da rede de monitorização.

aplicação desta técnica permitiu não só identificar as tubagens constantes das plantas fornecidas pelo cliente, como também possibilitou a deteção e correção do local exato de passagem de uma destas estruturas lineares. Em síntese, validou-se a sua localização

Desta feita, a utilização do georadar minimizou os riscos de interceção das tubagens no local, aquando da realização dos trabalhos de prospeção direta para instalação dos piezómetros.